Mayor’s Thames Festival e Tate Modern

Uma das melhores maneiras de descobrir coisa legais em qualquer lugar é pela internet, tudo que eu faço aqui eu pesquiso antes no Google. Descobri que durante o fim de semana ia rolar o Mayor’s Thames Festival, um festival cultural por vários pontos da orla do rio Thames. No sábado ia rolar uma homenagem ao Rio de Janeiro, mas só fomos no domingo e o que mais me chamou atenção foi o da Coréia do sul, eu amo a comida regional deles, o palco deles ficaria em frente ao Tate Modern, então aproveitamos pra esticar e conhecer também.

Chegamos lá com bastante fome, então a primeira coisa a fazer foi procurar barraquinha pra comer, a que tinha comida coreana tava com uma fila imensa e não ia rolar esperar, então fomos rodar por ali e encontramos comida grega e espanhola, decidimos pelas paellas, tinha a valenciana, com frango, e a com frutos do mar, íamos pedir dos dois, mas assim que o cara botou a valenciana era um pote enorme, então comemos os dois um só. Achei super barato, 6 libras pros dois!

Depois fomos curtir um pouco do festival, eu queria ver o Taekwondo mas ia demorar um pouco ainda, enquanto isso víamos uns clipes do K-pop, que é o pop coreano, e também um vídeo de uns coreanos ensinando uma dancinha, muito engraçadinho hahahha. Como ia demorar 1 hora e meia pra começar a luta, fomos no Tate Modern.

O Tate Modern é uma galeria de arte, é um mini Inhotim, só que o Inhotim tem mais peças do que quadros e no Tate Modern tem muitos quadros. A entrada é gratuita, mas você vai encontrar em todos os andares pelo menos 1 sala que precisa pagar. Eu não sou grande entendedora de arte e na verdade nem ligo muito pra isso, mas eu gosto de quadros históricos, que contam a história de uma época, por isso amei tanto o Louvre. Se você é uma daquelas pessoas que entendem aquela arte maluca, que todo mundo olha e fica sem entender, mas você acha o máximo, então o Tate Modern é pra você hehe, pelo menos essas exposições que eu fui.

Mas teve algumas coisas que achei interessante visualmente, não foi de tudo estranho.

A vista de lá é bem legal, dá pra tirar fotos bem bonitas.

De lá voltamos para o palco do festival pra ver um pouco do Taekwondo que já tinha começado, foi muito divertido, eles fizeram alguns pulos, quebraram a madeirinha com os pés, mãos e no final até dançaram um pouquinho, não sabia que os coreanos eram tão pra frentex assim, deu até vontade de visitar a Coréia do Sul.

Nós fomos até a Tower Bridge, onde tava tendo uns brasileiros se apresentando, mas tava ficando tarde e a fome já tava na porta, então voltamos para casa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s