Aluguel de apartamentos em Londres

Finalmente chegou a hora que eu tanto esperava, alugar um apartamento em Londres, só nosso. Nós estamos em Londres há um ano  e durante esse ano moramos em apartamentos compartilhados. Nós demos muita sorte de encontrar essa apartamento que estamos, porque a nossa flatmate é bem tranquila e fica bastante tempo na casa do namorado. Mas mesmo assim ainda é incomodo já que a casa é dela e não nossa. Eu acho que quando você se muda pra um país novo e ainda não está financeiramente estabilizado é uma boa opção, porém é bem mais complicado a procura por um apartamento em Londres já que você não sabe como será a convivência com pessoas estranhas. Se você vier sozinho é bem mais fácil de encontrar, porque pra casal não é toda casa que aceita.

Nossa “desculpa” é que meu marido vai começar a trabalhar do outro lado da cidade e vai ficar bem longe daqui, então decidimos que seria a hora de nos darmos o luxo de alugarmos um apartamento em Londres, que não é assim tão barato. A procura por um apartamento/casa em Londres é um caso a parte, porque a lei da oferta e procura não é proporcional! Tem muito mais procura do que oferta, principalmente pra casas com 1 quarto. Se for um reformado ou novo a chance de você conseguir é bem menor.

Procurar apartamento em Londres

Primeiro entrei nos sites da Zoopla e Rightmove e procuramos o apartamento pela área que queríamos morar, botamos a quantidade de quarto que queríamos e a faixa de preço. Olhem apenas pros anúncios de Just Added, na maioria das vezes não adianta olhar os mais antigos, porque é 99% de chances de já ter sido alugado, mesmo os com Just Added já podem estar fora de mercado, porque os corretores muitas vezes levam as pessoas antes de colocarem no site e muitas vezes em menos de 24 horas a casa é alugada (nosso caso, agendamos pra ver uma casa e no dia essa outra entrou no mercado, então o corretor nos levou lá em primeira mão e alugamos na hora). Bom, depois de ver o apartamento que me agrada eu vou no site da Polícia pra ver como é a situação de violência da região, você pode escolher que tipo de crime olhar e aproxime bem a imagem pra ele dar os dados acuradamente. Depois de aprovar a localização você vai ligar pra corretora e perguntar se o apartamento ainda está disponível e também se eles têm outras propriedades com a sua verba. Pra terem noção eu liguei pra várias imobiliárias e consegui agendar pra ver só 2 apartamentos, porque se lembrem que a oferta não é grande. Tirem 2 dias só pra isso, 1 pra ligar pras imobiliárias e escolherem os apartamentos e o outro pra ir ver.

Depois que eles te falam que ainda tá disponível ou que têm outros, você marca um horário pra ir ver a propriedade. Muitas vezes eles marcam pra ir ao escritório e de lá ir ou já marcam pra encontrar em frente a casa. Agendem 1 dia pra ver mais de uma propriedade! Você não vai ter muita opção se gostar muito de 1, mas decidir esperar um pouco pra ver se acha outra, a chance de encontrar outra boa é pequena e a chance da que você gostou já ter sido alugada é grande, então veja tudo em um dia e se gostou muito de uma vá em frente.

Outra opção seria olhar no Google Maps e pesquisar por agências perto de onde você quer morar e ligar pra elas e perguntar se eles têm um apartamento com as características que você quer e ai se eles tiverem eles devem mandar um e-mail ou até pedir pra você olhar as fotos no site. Eu acho melhor ligar antes do que ir de porta em porta, isso vai te poupar um tempo bom e você vai poder escolher os apartamentos que te interessam antes de agendar pra ir ver.

Preços de apartamentos em Londres

Londres é cara e os apartamentos em sua maioria ruins, por isso é tão difícil encontrar um local legal com um preço que você pode pagar sem morrer de fome no final do mês. Eu recomendo olhar as zonas mais afastadas entre 3-5. Nós olhamos uns bairros bacanas em South West London que são zona 4-5, mas como South West é lotada de estações de trem a chance de você chegar na zona 1 mais rápido do que indo da zona 3 de metrô são grandes. É só dar uma olhada no site da Polícia pra saber se é seguro.

Aqui os preços geralmente são por semana, mas na maioria das vezes eles colocam do lado o preço mensal. Se não botarem é só multiplicar por 4.33.

Contas Fixas

Quando você aluga um apartamento você precisa ainda pagar as contas por fora, como no Brasil. Você terá que pagar o IPTU (Council Tax), contas de água, luz, internet, televisão (Aqui se você tiver televisão é preciso pagar pra ter TV aberta). Então tenha em mente que além do aluguel existem essas coisas a acrescentar.

Mobiliado ou não

Uma coisa que é diferente pra nós é que aqui a maioria das casas são alugadas mobiliadas, alguns dão a opção de se você quiser eles retiram algum coisa que você não queira. Como Londres é um local onde a maioria das pessoas vêm de fora ou se mudam com muita frequência é muito mais cômodo dar a opção de alugar mobiliado.

Dando uma oferta

Nos Estados Unidos as pessoas dão uma oferta pela preço da casa que quer comprar, aqui fazemos isso quando queremos alugar também. Mas, se você estiver querendo alugar um apartamento ótimo com um preço bacana pode ter certeza que tem um monte de gente agendada pra ver o apartamento e isso diminui seu tempo. Nesse caso não é bom negociar muito abaixo do preço, porque você pode acabar ficando sem o apartamento. O que é uma prática muito frequente aqui é de pagar pra agência parar de mostrar o apartamento pra outras pessoas e ai você fica mais tranquilo, caso dê tudo certo no processo esse dinheiro será abatido no primeiro aluguel.

Processo

Então você gostou muito e quer alugar, se a procura for muito grande o ideal é pagar pra agência parar de mostrar a propriedade, depois que vimos a casa já tinham 4 pessoas agendadas pra ver!. Depois eles vão fazer as contas das coisas que você precisa pagar antes de se mudar. Seis semanas adiantadas como calção (vai para um fundo do governo) e taxas da agência. Aqui quem paga pelo serviço da imobiliária é o inquilino e não o dono da propriedade, quando vamos alugar temos que pagar uma única vez o serviço da agência e pagamos o aluguel diretamente pro proprietário sem a agência tirar os 10% em cima. Depois eles vão entrar em contato com o proprietário pra saber se eles aprovam alugar o apartamento pra você, com o OK deles começa o processo. Eles vão  processar seus dados, buscar informações com possíveis proprietários que você alugou apartamento aqui, com os fiadores (caso tenha) e com as empresas dos fiadores. É quase como um RH de empresa buscando saber se você tem um passado sombrio haha.

Quem é estudante, não tem emprego ou trabalha com contrato (que é trabalhar como pessoa jurídica, sem carteira assinada) eles exigem que você tenha 1 fiador que trabalhe com carteira assinada em Londres e ganhe mais que 40 mil libras por ano OU pagar 6 meses de aluguel adiantado.

Mudança

Na maioria dos casos as casas entram pra alugar antes de algum inquilino ter se mudado, então quando você vai ver o apartamento ainda tem as coisas deles lá. Isso quer dizer que as vezes a data de mudança pode demorar até 1 mês por exemplo.

Se você já mora em Londres e não quer fazer mil viagens de metrô pra se mudar você pode alugar um carro. É o que estamos pensando em fazer. A Zipcar você aluga o carro pela hora que você usa.

Entendendo as palavras em inglês 

Eu levei um certo tempo pra enfiar na cabeça o que significava o “To let”, “Let”, “Recently Let”, “Let Agreed”. Desses todos o único que está disponível é o To Let, que significa “Aluga-se”. Let e Recently Let significam que já está alugado ou foi alugado recentemente. Let Agreed significa que alguém pagou pra ninguém mais ir ver a casa e o processo está em andamento.

__

Nós demos muita sorte com nossa procura, porque das 3 casas que vimos 2 eram novinhas e em um bairro bom em South West. As imobiliárias estão o dia todo adicionando imóveis nos sites da Zoopla e da Rightmove, por isso fique o tempo todo dando refresh. Lembre-se que as casas maravilhosas dos sites da imobiliária já podem estar alugadas, então ligue pra saber se eles têm mais. Nossa imobiliária foi a jacksonsestateagents.com e de um modo geral eu achei que o portfólio deles é muito bom, muitas casas novas e reformadas.

Luísa P.

PS.: Eu fiz outros posts sobre Alugando Apartamento para férias em Londres eQuartos para alugar em Londres

Anúncios

Onde se hospedar barato em Londres

Uma das primeiras coisas que devemos nos preocupar quando planejamos uma viagem é reservar o hotel. Depois que você já tem um teto fica tudo mais fácil e tranquilo. Quando se fala em hospedagem em Londres todo mundo já ouviu falar que é caro e é mesmo, não só hotel como moradia. Mas como em todo lugar, você consegue achar lugares mais em conta pra ficar e dormir confortavelmente.

Hotéis:
Geralmente os hotéis de franquias low cost, estão espalhados pela cidade e quanto mais perto do centro mais caro será, por isso é bom escolher um que seja um pouco mais afastado, mas perto de alguma linha de metrô. Quantos mais dias se hospedar, mais em conta ficará. E lembre-se se quiser pagar barato você vai ter que aguentar quartos pequenos, não adianta reclamar todos são assim.
Pra reservar os hotéis e procurar também eu uso sempre o hoteis.com ou o booking.com, na maioria das vezes sai mais barato reservar por sites desse tipo.

enlargedView

Travelodge– Tem um aqui perto de casa, o Excel, e fica um pouco afastinho do centro, mas é bem tranquilo ir e voltar.

PremierIn

PremierIn-Também tem um aqui perto de casa, também no Excel.


EasyHotel– Dá rede da cia. aérea EasyJet, que também é low cost. Os quartos são bem pequenos, mas é muito barato. Tente reservar com bastante antecedência.
IbisHotel– Cadeia de hotel super conhecida e a mesma coisa de todos, quanto mais afastado do centro mais barato vai ficar.

Imagem do Norfolk Plaza Hotel, Londres

Norfolk Plaza Hotel– Eu fiquei nesse hotel na minha primeira vinda a Londres. Ele tem um preço ótimo e uma localização maravilhosa. Fica em Paddington, pertinho da Oxford Street e Hyde Park. Os quartos são pequenos, mas nada impossível. Como ele é bom e barato é difícil reservar nele em cima da hora, por isso reserve bem antes. O negócio dele também é a temporada, em alta temporada fica mais caro, claro.

Hostels:
Os hostels são os albergues, uma maneira de conhecer muita gente jovem e pagar barato. Eu nunca fiquei em hostel, mas todo mundo diz que é tranquilo, então se você faz o perfil de albergue fique em um. É preciso ter cuidado com a bagagem e pertences importantes, porque se você for ficar em quartos compartilhados a chance de você dar mole e ser roubado é bem grande. Muitos hostels têm quartos privados com banheiro privado, porém será mais caro. É preciso pesquisar muito sobre comentários de quem já foi e fotos. Outra coisa é procurar hostels que tenham um ambiente parecido com sua personalidade, porque existem hostels mais tranquilos e aqueles em que as pessoas vão pra fazer festa e bagunça.

No HostelWorld você vai encontrar uma infinidade de Hostels pelo mundo todo e da pra reservar também.Aqui uma listinha de albergues em Londres.

B&B,Bed and Breakfast:

O Bed and Breakfast é um pouco diferente de Hostel, primeiro que você tem direito ao café da manhã e mesmo que seja bem fajuto dá pra sobreviver e economizar. Muitas vezes são casas mesmo com poucos quartos e tem banheiro privado ou compartilhado. Cada B&B tem regras de limpeza e manutenção diferente, então preste atenção nisso, porque não é que nem hotel que quase todos são iguais.

Existe também o BedandBreakfastworld que contém várias listagens de acomodações com preços e reviews, eu botei o link de Londres, mas você pode procurar de outros países e cidades também. Você vai encontrar desde hospedagens mais chiques e caras a mais simples e barata.

Alugando quarto/apartamento:

Uma ideia muito simples e eficaz na hora de se hospedar em outras cidades e países é alugar um quarto ou apartamento inteiro. Você negocia tudo com o próprio dono da casa ou uma agência que alugue apartamentos o que significa que cada um tem a sua regra de pagamento e regras da casa. É bom prestar atenção em tudo que eles oferecem e se você pode usar a cozinha, o que geralmente todos podem. Fiquem atentos também nos reviews e vá fazendo a seleção primeiro pelo os que você gosta e depois pelos reviews, que são muito importantes e se eu vejo um review pavoroso eu já fecho logo a janelinha.

O site que já usei e recomendo é o Airbnb que te dá todo o apoio com a negociação junto ao dono do imóvel e caso ele não cumpra com o acordo ou cancele sua reserva você recebe seu dinheiro de volta.
Tem outro site que muita gente já usou, mas que eu particularmente ainda não, é o Homelidays que segue um pouco a linha do Airbnb, mas com uma cara mais séria. Nesses sites você vai encontrar não só pra Inglaterra, mas pra todo o mundo.

Você vai precisar avisar a pessoa do horário que você chegará e se certifique do horário de check-out, porque muitos também tem isso.

Bom, depois dessas dicas não vai ter como você pagar mais do que deveria na sua estada em Londres ou em qualquer outro lugar, já que muitas opções que estão aqui você encontra em outros países e cidades. Pesquise sempre todas as opções, entre hotéis, apartamentos, quartos e veja se o custo benefício compensa, as vezes compensa ficar em hotel e as vezes não.

Luh.

Alugando Apartamento para férias em Londres

Quando vamos planejar uma viagem, uma das coisas que mais pesam no bolso é o hotel! Na minha ultima ida a Londres em que eu iria ficar 1 mês me veio meio que um desespero, porque 1 mês de hotel em Londres é absurdo de caro e nós não queríamos ficar em albergue, já que teríamos muita bagagem. Mas ai veio uma luz no fim do túnel, entrando em blogs rotineiros vi uma menina que alugou um apartamento pra temporada em que uma pessoa normal disponibiliza seu apartamento, e era muito mais barato que hotel. O site é o airbnb.com e foi uma luz no fim do túnel, alugar o apartamento todo não tava se encaixando no nosso orçamento, porque apesar de ser mais barato que hotel ainda ficava caro, então decidimos um quarto para alugar. Bom, é sim a luz no fim do túnel, mas no airbnb tem que pesquisar bastante e todos os dias até achar um com um preço que dê, caso seja orçamento apertado, com localização boa e uma casa bacana, e se tratando de Londres como já falei não é tão simples assim. O airbnb te dá uma certa segurança porque ele é o intermediário da transação e qualquer coisa você pode ter seu dinheiro de volta. Ficamos 5 minutos de uma estação e levava 35 minutos até Oxford Street, onde ficava nosso curso de Inglês, o flat não era exatamente no centrão, mas era tranquilo. Dividimos por um bom tempo o flat com um Italiano e uma Estoniana e depois com a pessoa que cedeu o quarto pra gente que era de Kosovo. Foi muito tranquilo, tínhamos privacidade, nos deram um espaço na geladeira e não tivemos muitos problemas com divisão do banheiro, já que os horários quase nunca batiam com os deles. Algumas precauções são sempre bem vindas claro, já que você ficará na casa de uma pessoa que não conhece.

Procure no airbnb lugares que: . Já tenham boas recomendações. . Procurar por bairros que sejam bons, Londres também tem bairros barra pesada.
Procurar SEMPRE lugares que tenham metrô perto, isso é muito importante, você pode até andar de ônibus, mas metrô é muito mais tranquilo e rápido. Olhe no Google Maps ou no mapa lá do airbnb.
Dar certa prioridade para fotos de banheiros ou caso não tenha, perguntar como é o banheiro.
Se certificar de que é uma cama de verdade e não sofá cama.
Mandar e-mail pra saber se o quarto ou o apartamento ainda tá disponível, porque apesar de no airbnb ter um calendário que mostra os dias não disponíveis, ás vezes eles não colocam mas o quarto já tá vago.
O pagamento é bem tranquilo, você paga todo o valor na hora da reserva, mas o dinheiro só vai pra pessoa se você não reclamar nada, caso seja cancelado ou você não goste do lugar o valor é devolvido.
Pode ocorrer de alguém cancelar bem perto da viagem, alguns têm recomendações que fazem críticas desse nível, então tenha sempre uma segunda opção na manga.
Sempre avise a pessoa do dia e horário que você for chegar e negocie isso com ele, no nosso caso chegamos 11:00 da noite e poderia ter sido um inferno se não tivéssemos avisado.
Usamos o airbnb em duas ocasiões, em Londres e quando fomos pra Roma, nossos critérios foram todos esses acima: .Metrô perto; .Flexibilidade de check-in; .Localização boa; .Quarto e banheiros razoáveis; .Boas recomendações; .Bom custo benefício; Não ficamos em nenhum lugar chique, mas prezamos muito por certo conforto e pagar um preço justo por isso, não é impossível de achar e acertamos muito nas nossas escolhas, nossa estada em Roma foi magnifica, ficamos em um Bed and Breakfast, Roma Vintage, muito bacana que vale um posto só dele, tanto é que quando fizemos a reserva tinham 2 recomendações e hoje tá lotado. Conclusões finais, nós iremos usar muito ainda o airbnb, mas não quer dizer que não iremos mais ficar em hotel, tanto que quando fomos pra França preferimos o hotel, pois o preço estava bem bom e seguia todos os nossos critérios. Então pesquisem lá e em hotel, usamos sempre o Hoteis.com porque os preços sempre ficaram mais baratos que no booking.com, mas é bom olhar nos dois porque pode ser que seja o contrário. Ah! E olhem SEMPRE no Google Maps as localizações.

Quartos para alugar em Londres

Que a Inglaterra é bem diferente do Brasil todo mundo sabe, mas a gente só vai descobrindo algumas coisas quando vamos morar lá e temos que fazer tudo como os nativos  fazem. Aqui no Brasil a gente não é comum dividir apartamento com estranhos, no máximo na faculdade com residências estudantis ou dividir o apartamento com alguns amigos durante a faculdade, depois todo mundo segue seu rumo e vai arranjar seu canto ou volta pra casa dos pais. Lá não, esse negócio de dividir apartamento é super normal e dividir com estranhos mesmo. Londres é muito caro nesse setor e muitos jovens sem filhos preferem alugar um quarto e viver a vida louca hehe.

Nós decidimos dividir apartamento, ou seja um quarto para alugar, pelo menos no começo, mas não queríamos dividir com muita gente e nem ficar em muquifo velho, que é o que mais tem. Nós começamos a olhar pelo Gumtree, que é um dos mais conhecidos pra tudo não só pra isso, é bom olhar todos os dias porque sempre tem anúncios novos. Lá apartamento bom é alugado muito rápido por isso anúncios antigos é quase certeza que não dá mais. Depois de olhar, olhar e achar tudo muito caro e muquifo, nós encontramos um site chamado Flatshare, nesse site encontramos preços mais acessíveis pra gente e dava pra encontrar até flats legais.

Pra quem aluga o quarto é muito mais fácil, você vai negociar o aluguel, negociar quando pode mudar, você mostra seus documentos, a pessoa vai fazer um contrato e pronto. Lembrando que lá o pagamento é semanal e não mensal e geralmente eles pedem uns meses adiantado.
Pra quem vai alugar com imobiliária já é mais complicado porque você vai precisar provar um monte de coisa.

Existem vários sites é só procurar no google, mas eu aluguei e indico o Flatshare.

Em todos esses sites você pode refinar a pesquisa por tipo de aluguel, região e preço. Alguns são agentes imobiliários que anunciam, mas em sua grande maioria são os próprios proprietários ou moradores que anunciam. O normal é: você vê um flat que te interessa e manda e-mail pra saber se ainda está vago, isso é muito importante porque apartamento bom aluga muito rápido e as vezes eles não tiram o anuncio rápido, depois que ele diz que ainda está vago você agenda  pra ir conhecer o lugar, isso é muito importante também porque muitas vezes as fotos são bem melhores do que realmente é, as vezes tem mais gente na casa do que foi anunciado e por ai vai.

Não é fácil, meu marido foi em muitos flats até encontrar o que ficaremos. É sempre bom vocês estabelecerem as prioridades, como qual preço quero pagar? Onde quero ficar? E ai sim fazer a busca, no nosso caso preferimos pagar um pouco mais pra ficar num flat bem bacana em um local tranquilo, apesar de ser um pouco longe do centro. Mas tudo de acordo com planejamento financeiro.