Morar em Londres: O sonho

Desde que eu tinha 15 anos eu queria fazer intercâmbio, mas acabou que nunca aconteceu. Eu sempre tive muita vontade de conhecer a Europa, principalmente Londres. EUA, Orlando, nunca foram muito o meu destino desejo. Quando eu fiquei um pouco mais velha decidi aprender francês, uma das línguas que adoro e ai passei a querer ir pra França, mas meu destino estava traçado e Londres era mesmo o meu lugar. Mas ainda amo a França, tá? rs

SAM_0384

Turistando.

Quando conheci meu marido ele me falou que pretendia ir estudar em Londres, eu estava no começo da faculdade e se ele realmente fosse seria muito triste né? hehe. 1 ano antes de me formar decidimos vir passar 1 semana em Londres pra passear, seria a minha primeira vez viajando pra Europa, estava animadíssima.  Eu amei muito a cidade, o transporte e o jeito de viver dos Londrinos, eu naquela viagem decidi que queria viver aqui! Mas naquela época ainda não estava nos planos e não passava de sonho mesmo.

Assim que eu terminei a faculdade eu falei ” Eu vou passar 1 mês estudando em Londres, você vem ou não?” obviamente ele foi comigo, quem ia deixar passar né? haha. Como ele já queria vir estudar na área dele aqui, pensamos que seria interessante ele mandar o currículo dele pra ver como seria o mercado de trabalho aqui. Nada muito pretensioso, nem estávamos pensando em vir morar aqui, seria só pra ver no que dá. Bom, deu e foi um pouco chocante quando ele recebeu uma proposta de emprego pra começar 1 mês depois. Ai começou a dor de cabeça, porque eu não tenho passaporte europeu e se viesse só pra estudar não poderia trabalhar, já que não éramos casados ainda. Decidimos então começar uma vida nova em Londres, e foi uma correria danada pra casar no civil, juntar malas, sair do emprego, ir atrás de burocracias e etc.

SAMSUNG

Viagem no intervalo da escola.

Um pouco antes de vir me deu um frio na barriga muito forte, eu fiquei com medo. Não sei explicar, iria ficar longe da família, não sabia o que encontrar por aqui. Morar e vir passear são coisas bem diferentes. Mas no final de tudo foi só passar 1 semana aqui pra nem lembrar mais que eu fiquei receosa dessa mudança rápida. Eu acho libertador morar aqui, não ter medo de sair sozinha, poder pegar metrô e ônibus mais sossegada e não precisar de carro pra absolutamente nada! Eu amo comer fora e Londres é uma maravilha quando o assunto é culinária internacional. Sempre cheio de shows, festivais, parques, cinemas, museus, galeiras, exposições. Tem tudo pra todos os gostos, de verdade.

SAM_0869 copy

Primeiro FDS como moradora.

O bom de morar aqui é que eu não tenho mais aquela pressa de querer ver tudo de uma vez só, eu me sinto confortável pra ir passear e conhecer coisas novas na hora que eu quiser. Você pode viver a cidade do jeito que você quiser. O que eu amo em Londres e é sem dúvida a melhor metrópole pra mim, porque é grande e tem todas as coisas legais de grandes metrópoles, mas é acolhedor e não assustador. Eu fico bem assustada vendo filmagens de NY e São Paulo haha. Eu acho tão agressivo o dia-a-dia da cidade, aquela loucura de transito e transporte. É verdade que aqui horários de picos é meio tenso dependendo da linha, mas até o tenso daqui não é tão assustador e caótico. É tudo organizado, sem empurrões. Eu tenho uma certa claustrofobia quando tem muita gente acumulada, eu sou pequena e sempre sou empurrada e esmagada na multidão, mas aqui isso nunca aconteceu.

Nossa intenção era a de voltar pro Brasil daqui a alguns anos, mas se conseguirmos nos estabilizar aqui, não sei se quero voltar tão cedo hehe. A pessoa realmente fica mimada aqui, quando volta pro Brasil é difícil ter que se adaptar de novo a toda loucura/violência do Brasil.

Eu adoro o Brasil, o clima, as pessoas são únicas e tenho super orgulho de ser brasileira. Mas me adaptei super bem a Londres, não é mesmo difícil se adaptar com coisa boa né? E também amo essa cidade e amo também a Europa! Ah, Europa querida, Disney/EUA não é nada comparada com você.

Você mora fora do Brasil e quer dar seu depoimento? Me manda um e-mail contando sua história, ou deixe nos comentários. Eu adoro quando os leitores compartilham sua experiência!

Beijos,

Luísa P.

Anúncios

Aluguel de apartamentos em Londres

Finalmente chegou a hora que eu tanto esperava, alugar um apartamento em Londres, só nosso. Nós estamos em Londres há um ano  e durante esse ano moramos em apartamentos compartilhados. Nós demos muita sorte de encontrar essa apartamento que estamos, porque a nossa flatmate é bem tranquila e fica bastante tempo na casa do namorado. Mas mesmo assim ainda é incomodo já que a casa é dela e não nossa. Eu acho que quando você se muda pra um país novo e ainda não está financeiramente estabilizado é uma boa opção, porém é bem mais complicado a procura por um apartamento em Londres já que você não sabe como será a convivência com pessoas estranhas. Se você vier sozinho é bem mais fácil de encontrar, porque pra casal não é toda casa que aceita.

Nossa “desculpa” é que meu marido vai começar a trabalhar do outro lado da cidade e vai ficar bem longe daqui, então decidimos que seria a hora de nos darmos o luxo de alugarmos um apartamento em Londres, que não é assim tão barato. A procura por um apartamento/casa em Londres é um caso a parte, porque a lei da oferta e procura não é proporcional! Tem muito mais procura do que oferta, principalmente pra casas com 1 quarto. Se for um reformado ou novo a chance de você conseguir é bem menor.

Procurar apartamento em Londres

Primeiro entrei nos sites da Zoopla e Rightmove e procuramos o apartamento pela área que queríamos morar, botamos a quantidade de quarto que queríamos e a faixa de preço. Olhem apenas pros anúncios de Just Added, na maioria das vezes não adianta olhar os mais antigos, porque é 99% de chances de já ter sido alugado, mesmo os com Just Added já podem estar fora de mercado, porque os corretores muitas vezes levam as pessoas antes de colocarem no site e muitas vezes em menos de 24 horas a casa é alugada (nosso caso, agendamos pra ver uma casa e no dia essa outra entrou no mercado, então o corretor nos levou lá em primeira mão e alugamos na hora). Bom, depois de ver o apartamento que me agrada eu vou no site da Polícia pra ver como é a situação de violência da região, você pode escolher que tipo de crime olhar e aproxime bem a imagem pra ele dar os dados acuradamente. Depois de aprovar a localização você vai ligar pra corretora e perguntar se o apartamento ainda está disponível e também se eles têm outras propriedades com a sua verba. Pra terem noção eu liguei pra várias imobiliárias e consegui agendar pra ver só 2 apartamentos, porque se lembrem que a oferta não é grande. Tirem 2 dias só pra isso, 1 pra ligar pras imobiliárias e escolherem os apartamentos e o outro pra ir ver.

Depois que eles te falam que ainda tá disponível ou que têm outros, você marca um horário pra ir ver a propriedade. Muitas vezes eles marcam pra ir ao escritório e de lá ir ou já marcam pra encontrar em frente a casa. Agendem 1 dia pra ver mais de uma propriedade! Você não vai ter muita opção se gostar muito de 1, mas decidir esperar um pouco pra ver se acha outra, a chance de encontrar outra boa é pequena e a chance da que você gostou já ter sido alugada é grande, então veja tudo em um dia e se gostou muito de uma vá em frente.

Outra opção seria olhar no Google Maps e pesquisar por agências perto de onde você quer morar e ligar pra elas e perguntar se eles têm um apartamento com as características que você quer e ai se eles tiverem eles devem mandar um e-mail ou até pedir pra você olhar as fotos no site. Eu acho melhor ligar antes do que ir de porta em porta, isso vai te poupar um tempo bom e você vai poder escolher os apartamentos que te interessam antes de agendar pra ir ver.

Preços de apartamentos em Londres

Londres é cara e os apartamentos em sua maioria ruins, por isso é tão difícil encontrar um local legal com um preço que você pode pagar sem morrer de fome no final do mês. Eu recomendo olhar as zonas mais afastadas entre 3-5. Nós olhamos uns bairros bacanas em South West London que são zona 4-5, mas como South West é lotada de estações de trem a chance de você chegar na zona 1 mais rápido do que indo da zona 3 de metrô são grandes. É só dar uma olhada no site da Polícia pra saber se é seguro.

Aqui os preços geralmente são por semana, mas na maioria das vezes eles colocam do lado o preço mensal. Se não botarem é só multiplicar por 4.33.

Contas Fixas

Quando você aluga um apartamento você precisa ainda pagar as contas por fora, como no Brasil. Você terá que pagar o IPTU (Council Tax), contas de água, luz, internet, televisão (Aqui se você tiver televisão é preciso pagar pra ter TV aberta). Então tenha em mente que além do aluguel existem essas coisas a acrescentar.

Mobiliado ou não

Uma coisa que é diferente pra nós é que aqui a maioria das casas são alugadas mobiliadas, alguns dão a opção de se você quiser eles retiram algum coisa que você não queira. Como Londres é um local onde a maioria das pessoas vêm de fora ou se mudam com muita frequência é muito mais cômodo dar a opção de alugar mobiliado.

Dando uma oferta

Nos Estados Unidos as pessoas dão uma oferta pela preço da casa que quer comprar, aqui fazemos isso quando queremos alugar também. Mas, se você estiver querendo alugar um apartamento ótimo com um preço bacana pode ter certeza que tem um monte de gente agendada pra ver o apartamento e isso diminui seu tempo. Nesse caso não é bom negociar muito abaixo do preço, porque você pode acabar ficando sem o apartamento. O que é uma prática muito frequente aqui é de pagar pra agência parar de mostrar o apartamento pra outras pessoas e ai você fica mais tranquilo, caso dê tudo certo no processo esse dinheiro será abatido no primeiro aluguel.

Processo

Então você gostou muito e quer alugar, se a procura for muito grande o ideal é pagar pra agência parar de mostrar a propriedade, depois que vimos a casa já tinham 4 pessoas agendadas pra ver!. Depois eles vão fazer as contas das coisas que você precisa pagar antes de se mudar. Seis semanas adiantadas como calção (vai para um fundo do governo) e taxas da agência. Aqui quem paga pelo serviço da imobiliária é o inquilino e não o dono da propriedade, quando vamos alugar temos que pagar uma única vez o serviço da agência e pagamos o aluguel diretamente pro proprietário sem a agência tirar os 10% em cima. Depois eles vão entrar em contato com o proprietário pra saber se eles aprovam alugar o apartamento pra você, com o OK deles começa o processo. Eles vão  processar seus dados, buscar informações com possíveis proprietários que você alugou apartamento aqui, com os fiadores (caso tenha) e com as empresas dos fiadores. É quase como um RH de empresa buscando saber se você tem um passado sombrio haha.

Quem é estudante, não tem emprego ou trabalha com contrato (que é trabalhar como pessoa jurídica, sem carteira assinada) eles exigem que você tenha 1 fiador que trabalhe com carteira assinada em Londres e ganhe mais que 40 mil libras por ano OU pagar 6 meses de aluguel adiantado.

Mudança

Na maioria dos casos as casas entram pra alugar antes de algum inquilino ter se mudado, então quando você vai ver o apartamento ainda tem as coisas deles lá. Isso quer dizer que as vezes a data de mudança pode demorar até 1 mês por exemplo.

Se você já mora em Londres e não quer fazer mil viagens de metrô pra se mudar você pode alugar um carro. É o que estamos pensando em fazer. A Zipcar você aluga o carro pela hora que você usa.

Entendendo as palavras em inglês 

Eu levei um certo tempo pra enfiar na cabeça o que significava o “To let”, “Let”, “Recently Let”, “Let Agreed”. Desses todos o único que está disponível é o To Let, que significa “Aluga-se”. Let e Recently Let significam que já está alugado ou foi alugado recentemente. Let Agreed significa que alguém pagou pra ninguém mais ir ver a casa e o processo está em andamento.

__

Nós demos muita sorte com nossa procura, porque das 3 casas que vimos 2 eram novinhas e em um bairro bom em South West. As imobiliárias estão o dia todo adicionando imóveis nos sites da Zoopla e da Rightmove, por isso fique o tempo todo dando refresh. Lembre-se que as casas maravilhosas dos sites da imobiliária já podem estar alugadas, então ligue pra saber se eles têm mais. Nossa imobiliária foi a jacksonsestateagents.com e de um modo geral eu achei que o portfólio deles é muito bom, muitas casas novas e reformadas.

Luísa P.

PS.: Eu fiz outros posts sobre Alugando Apartamento para férias em Londres eQuartos para alugar em Londres

10 maneiras de se passar por um inglês

Londres é uma cidade mega cultural com muitos imigrantes de várias partes da Europa e do mundo também, mas mesmo você vendo mais imigrante que inglês, os ingleses ainda são os ingleses. Esse povo adorável, com seus dentinhos tortinhos, sotaque forte e estilo singular. Ok, não são todos que tem dentinhos ruins, mas vamos dizer que é a maioria hehe.

1. Seja pontual

Ok, eu não sei bem dizer se o povo é mesmo tão pontual assim como achamos, mas transportes públicos são pontualíssimos! Quando um trem atrasa é porque realmente aconteceu alguma coisa pra isso acontecer e eles sempre avisam pra você pegar outra linha.

2. Happy Hour no Pub/ Pub Crawl

Os Londrinos se amarram numa birita! Principalmente cerveja, as que eles mais gostam são as Ale. Você já deve ter ouvido falar no tal pint of beer, que nada mais é do que 568 ml. Sim 1 pint=568 ml. O Pub Crawl, modalidade muito praticada por aqui, é um rodízio de pubs, ou seja, um roteiro estipulado (seja por área, seja por estações de metrô…) onde vão pulando de bar em bar até ficarem bebaços. Agora, se você quer se passar por um inglês existem algumas regrinhas a serem seguidas! Por exemplo todo mundo tem que pagar a rodada de cerveja uma vez, ou seja, se tem 5 pessoas terão 5 rodadas de cerveja, você se recusar a pagar a rodada é muito ofensivo e nada social haha e você não apenas paga como tem que ser o garçom da rodada e ir lá no balcão pedir e levar pra mesa. Pras mais regrinhas vá nesse site.
Outra coisa, não pode andar com garrafas de bebida alcoólica a mostra na rua e em transportes públicos.

3. Seja um viciado em chá

Gente, é verdade! Os Britânicos são sim maníacos com chá, principalmente os mais velhos já que os mais novos agora também enchem a cara de café. Tanto é que o lanche da tarde se chama afternoon tea, mesmo que você não vá tomar chá. Ah e chá não é só a tarde não é a hora que quiser e der vontade, tipo café.

4. Diga desculpa e obrigado sempre que puder

O habitual Sorry que todo mundo conhece é crucial pra ser um Londrino, diga sorry como se não houvesse amanhã. O Thank You também é muito importante viu? É sério, foi no supermercado diga Thank You, foi numa loja comprou ou não comprou diga Thank You. Se você não agradecer é uma ato meio ofensivo e ingrato.

5. Não fique de empurra-empurra e nem fique se escorando nos outros em lugares fechados

Ah Brasileiros, se vocês fossem Londrinos apenas nessa parte eu agradeceria. Sabe no Brasil que tudo que fica no mínimo cheinho de gente já tem empurra-empurra? Ou em filas, qualquer uma, sempre tem gente relando em você pra te passar a frente. E metrô lotado? Eu já fui em um em Brasília em horário de pico foi uma cena chocante. Aqui as pessoas têm o maior cuidado pra não empurrar ou encostar em você em casos de muita gente em um recinto. Quando o metrô tá lotado apesar de as pessoas esperarem chegar outro pra entrar sempre fica bem cheio, claro que nesse caso é impossível não dar um encostada na outra pessoa, mas você na maioria das vezes vai apertado, mas livre disso. E quando o metrô chega e todo mundo vai em direção a 1 escada rolante, é impressionante que mesmo com todo mundo atrasado e correndo, ninguém se toca ou se empurra.

6. Quando o sol resolver aparecer vá pro parque mais perto da sua casa

Olha, ter sol por aqui é algo muito raro e os dias de sol são muito esperados nessas épocas de primavera/verão. Então sempre que tem um solzinho lá em cima iluminando vai tomo mundo pro parque fazer picnic, brincar com as crianças, tomar sorvete (vários), ler um livro, fazer exercício, pegar um “bronze” e outras coisas que você quiser e que não sejam ilegais. Londres é cheio de parque e mesmo que seja uma pracinha você verá gente deitado na grama tomando sol.

7. Ande como se alguém estivesse te perseguindo

Quer parecer um Londrino? Tem certeza? Então trate de andar rápido, sempre. Algumas empresas são bem rígidas com horários de trabalho, então chegar atrasado não é uma opção, você vai ver o povo praticamente correndo pelo metrô e pela rua pra não perder o trem ou o horário! Então ou você anda rápido também ou sai da frente meu povo, fique sempre do lado direito, porque o esquerdo é a faixa de velocidade hahahaha. É muito importante ficar no lado direito da escada rolante caso não queira andar rápido.

8. Almoce comidas fáceis e rápidas

Horário do almoço? Ain’t nobody got time for that! Em língua tupiniquim,ninguém tem tempo pra isso. Aqui existem em cada esquina Pret-a-Manger, EAT, Starbucks, Nero Café e Costa. Todos esses lugares são pra ou tomar café/latte ou pra comprar sanduíches e saladas já prontas pra comer, esse é sem dúvida o almoço da maioria das pessoas que trabalham e não levam seu almoço. Comer comida quente não é bem algo que eles fazem questão.

9. Fique viciado em programas de quiz

É até engraçado falar isso, mas os ingleses A-M-A-M programas de televisão de quiz ou jogos de desafios! Tem uma rede de televisão só pra programas assim, pra vocês terem noção!! E eles são os melhores mesmo hahahaha Eu de vez em quando assisto um qualquer e choro de rir toda vez.

10. Aprenda a gostar do humor irônico

Piadinhas estilo Jim Carey não é a cara de um inglês, quer ser engraçado aqui? Aprenda a ser irônico. Até nisso os ingleses são mais contidos hahaha. Eles não fazem piadinhas com caretas e vozes estranhas e ridículas, é sempre tudo muito irônico e com um humor seco. Eu particularmente acho muito mais hilário o humor britânico que inclusive é muito utilizado nas propagandas deles que são ótimas. Até algumas narrações de TV são com comentários irônicos.

Com certeza, sabendo todas essas manias/jeitos dos ingleses/Londrinos você será um turista ou morador muito mais inserido na sociedade!

luisa foto blog

Se comunicando com o Brasil

Um ponto muito importante pra quem tá indo morar fora do Brasil, ou quem vem ficar na Europa por um período mais prolongado, é a comunicação com o Brasil. Todo mundo tá careca de saber que roaming no Brasil já é caro imagina roaming internacional! É um absurdo de caro, é bom consultar a operadora pra saber suas tarifas. Eu sei que pra países do Mercosul fica mais barato e algumas operadoras tem planos também.

Como eu faço:

Eu uso muito o Skype pra falar com minha família, mas nós sempre marcamos um dia ou mandamos mensagem no facebook/e-mail perguntando se a pessoa tá disponível pra falar. Eu uso muito os chats e e-mail também pra me comunicar. Minha mãe tem uns créditos pré pago no Skype que ela usa pra falar comigo no celular quando eu to offline e ela não consegue me contactar de outras maneiras.

Sempre que viajo pra fora do UK eu nunca preciso usar o telefone e internet nós sempre usamos wi-fi, é só sair catando sinais de free wi-fi. No celular Android você pode baixar mapa offline pra usar como GPS ou como mapa mesmo sem precisar estar conectado a internet. É sempre bom ficar em hotéis que tenham wi-fi (a maioria tem) e ai usa o Skype pra falar em casa.

Opções:

SKYPE

A primeira coisa que se deve fazer é mandar todo mundo, que você queira manter contato, instalar o Skype. O Skype dá pra fazer chamadas gratuitas de Skype pra Skype e dá pra usar o celular, computador e tablet. O Skype também tem opções de comprar créditos de chamadas e assim fazer ligações pra celular e telefones fixos que não tenham Skype ou não estejam online. Vou botar exemplos pro Reino Unido, mas no site da Skype existem as opções pro mundo inteiro. Eles têm algumas opções de planos mensais eu vou dar o exemplo de 400 minutos.

As tarifas de ligação do Brasil pro Reino Unido para telefone fixo são:

No plano pré pago, onde você compra créditos e só usa o que comprou fica: 0.07 centavos o minuto. Se você for ligar diariamente ou muito ai existem várias assinaturas onde fica bem mais barato. Por exemplo o plano de 400 minutos de chamada o minuto sai por 0.03 centavos e o plano mensal sai por 11,49 reais.

Telefone fixo e celular:

Pré pago: 0,07 centavos o minuto.

Plano 400 minutos: 0,17 centavos o minuto (68,99 reais o plano mensal).

As tarifas de ligação feita do Reino Unido pro Brasil para telefone fixo são:

O plano pré pago é  0,08 centavos, mas o plano de 400 minutos a chamada por minuto sai por 0,04 centavos e o plano mensal por 17,24 reais.

Telefone fixo e celular:

Pré pago: 0,08 centavos

Plano 400 minutos: 0,23 centavos o minuto (91,99 reais o plano mensal)

Chip de operadoras locais

Ok, mas pra usar Skype em celular eu preciso de internet! Se você vem ficar de 1 mês a mais ou vem morar mesmo o melhor é comprar um chip de alguma operadora daqui. Sinceramente não faz muito diferença qual você vai escolher, mas sim os planos que ela oferecem e o que mais você se ajusta e os preços também. Você pode entrar no site da CarphoneWarehouse ou Phones4You e procurar os planos, eles vendem de todas e fazem uma triagem pra você escolher a que mais serve pra você, se for ficar por pouco tempo escolha o pré-pago. Não costuma ser caro e vale a pena! Eu e meu marido estamos usando a Three e não tenho nada a reclamar, eu pesquisei na CarphoneWarehouse e fui na própria Three comprar, mas nessas outras lojas eles vendem também. Tem uma loja em cada esquina, não é nem um pouco difícil encontrar hahaha.

O seu celular precisa ser desbloqueado ok? Desbloqueie no Brasil na sua operadora e também habilite o Roaming Internacional, vai que você precisa falar urgente e o único meio é o celular do Brasil.

Ah, se você compra um chip em Londres ele vai estar habilitado pro Reino Unido inteiro! A Irlanda do Sul, não faz parte apenas a do Norte. Se você for pra fora do UK só funciona se você habilitar o roaming internacional e vai pagar tarifas de roaming.

Se você for passar por vários países:

Existem algumas empresas que você compra um chip e pode usar em vários países sem pagar roaming pra ligar internacionalmente e nem pra receber chamadas. Por exemplo eu compro o chip com número do UK, sempre que alguém do UK me ligar eles não pagam mais caro por isso, seu eu comprar um chip do Brasil, pessoas do Brasil me ligam e pagam como se estivessem ligando dentro do Brasil mesmo. É uma maravilha esses serviços pra quem vai passar por vários países, mesmo quem mora aqui e precisa sempre estar conectado ao telefone e vai pra outros países com frequencia. Tem um porém, essas empresas são estrangeiras e mandam o chip pelo correio, se você comprar do Brasil eles vão te mandar via DHL e você paga imposto e muitas vezes a alfandega vai querer que você pague em dobro, então não aconselho a comprar do Brasil! Se o seu hotel tiver como receber encomendas pra você mande pro hotel. Eu dei uma pesquisada e encontrei essa Maxroam, eles tem alguns tipos de planos e também tem pra por internet em tablets. A Worldsim também presta esse serviço, mas acho que a base dele é o UK, o chip deles é apenas pra ligações, mas se você quiser internet pode comprar o combo do 3g com o chip, sai um pouco mais caro e só vale a pena mesmo pra quem viaja muito pro exterior e precisa sempre estar conectado.

Algumas operadoras daqui do UK tem planos internacionais que você pode ligar do exterior e gastar bem pouquinho, é bom dar uma olhada nisso quando for comprar um chip.

Vale a pena comprar celular aqui?

Vale, muitos aparelhos não serão ridiculamente mais baratos que no Brasil, mas sempre é mais barato. Se for o Nexus4 ai sim fica muito mais barato, comprando no site da Google. Na Carphonewarehouse e Phone4you eles vendem os aparelhos SIM FREE, que você só compra o aparelho sem nenhuma operadora e ele já vem desbloqueado pra qualquer operadora do mundo. É mais caro comprar assim do que com o plano, mas pra quem vem viajando é melhor. Outra opção é, se você vem ficar uns meses compre o celular com um plano mensal e depois desbloqueie em alguma lojinha de indiano no centro. Você sempre vai encontrar alguma loja que faça o desbloqueio.

Ligando a cobrar pro Brasil:

Eu fiz muito isso quando vinha passar pouco tempo por aqui. As vezes queria ligar só pra dizer que cheguei bem, que to viva. Nós fazíamos isso quando não tínhamos celulares tecnológicos por perto. Pode ser muito útil pra chamadas rápidas, porque é caro.

Cada país tem um código diferente e você pode encontrar nesse site aqui os códigos http://www.passagensaereas.com.br/chamadasacobrar.htm

Você bota o código de onde vocês está e depois o número do Brasil com o DDD. Em hotel ligando dessa maneira você não paga nada. Pelo menos nunca paguei hehe

__

Eu acho que deu pra cobrir algumas dúvidas sobre como não gastar burros de dinheiro pra fazer ligações internacionais né?

luisa foto blog

NHS- National Health Service

No Brasil estamos acostumados com os planos de saúde, claro que muita gente não tem dinheiro pra pagar pelo plano e tem que se virar com o sistema público, mas hoje com o crescimento da classe C é cada vez mais crescente o número de pessoas com acesso a planos de saúde. Aqui todo mundo está inscrito no NHS e quem tem plano é geralmente quando é dado pela empresa que trabalha.

Eu não sei como funciona o SUS no Brasil, mas aqui você primeiro escolhe uma clínica perto da sua residência pra se cadastrar, no site do NHS eles te darão uma lista de clínicas perto do seu cep e ai você pode ver as notas e reviews de outros pacientes sobre a clínica e ai escolher a sua. Você vai lá e vai preencher um formulário, mostrar seu passaporte e comprovante de residência (contas de banco, telefone, água, luz…), você precisa provar que mora perto da clínica com comprovante de residência. Depois das documentações será marcado um dia pra fazer um check-up, eles irão te perguntar coisas como “Quantos vegetais e frutas você come por dia” e você leva seu xixi no potinho e eles só vão ver se a cor está boa, não é nada muito aprofundado. Depois de um tempinho você recebe seu cartão com seu número. A clínica médica ou GP (General Practitioner) serve como triagem, você vai lá e se o médico achar que você precisa de médico especializado ele vai te indicar o médico, se não ele mesmo resolve.  o GP é apenas marcado e não serve como pronto socorro. Você só terá acesso ao serviço quando tiver seu número. Quando você em algum hospital e fizer exames eles irão enviá-los pro seu médico do GP, todos os seus exames e atendimentos pelo NHS ficam arquivados, então quando você muda de endereço e de GP eles irão transferir seus documentos e histórico também.

O que nós escutamos é que os hospitais do NHS estão meio em decadência, não tem muitos médicos e com a demanda acaba demorando pra ser atendido, caso seu caso não seja muito grave. Também escutamos reclamações de alguns médicos do GP. Acho que o salário não é muito bom e com essa crise na saúde pública alguns médicos simplesmente levam com descaso os pacientes.

O que eu e meu marido estamos pensando é em fazer um plano de saúde particular, pois os hospitais particulares são muito bons. Um colega do meu marido sofreu um acidente e teve que fazer cirurgia na clavícula e elogiou bastante. O único porém é que quando você utiliza pela primeira vez o serviço precisa pagar 100 libras. Um plano de saúde bem famoso por aqui é o BUPA.

Pra saber mais sobre o NHS, onde encontrar os hospitais, médicos, prontos socorros, GP mais próximo de você e etc. acessem o link: NHS

Mais informações sobre o NHS você encontra nesse link :http://brasilcomz.wordpress.com/2009/07/27/o-sistema-de-saude-na-inglaterra/

PS.: Se você é estudante ou tem visto de trabalho e vai passar mais de 6 meses aqui você tem acesso ao GP, você precisa descobrir que tipo de comprovante de residência pode usar, por que não é qualquer carta com seu nome e endereço que serve, por isso vá até o GP escolhido e pergunte.

Luísa P.

 

Abrindo conta bancária em Londres

Eu ainda terei outros posts pra quem tá vindo morar aqui em Londres e hoje eu vou falar sobre abrir conta em banco.

Uma das dificuldade do recém chegado é ter o comprovante de residência, se você alugou um apartamento com agência imobiliária eles podem fazer uma carta “oficial” comprovando sua residência, alguns bancos aceitam isso como comprovante. Se vier com marido/esposa e alugarem um apartamento só para os dois,  na hora de registrar água, luz, telefone (ou o que for) dividam os nomes pra quando vier a conta ter mais um comprovante. Conta de celular também é válido. No meu caso eu consegui na Barclays abrir com a carta do Insurance Number, a que vem com seu número.

Pra quem tá chegando e não tem emprego ainda ou tá recém contratado eu aconselho abrir uma conta corrente básica, sem anuidade. Depois de um tempo se você conseguir uma renda boa pode progredir pra ter o cartão de crédito também.

É importante ter uma conta corrente na hora que for procurar emprego, quase sempre eles perguntam se 1) Você tem Insurance Number? e 2) Você tem uma conta em seu nome pra receber o salário?

Pra quem tem passaporte europeu muitas vezes eles te contratam sem você ter nenhum dos dois e você tira o mais rápido possível, mas quando somos imigrantes e apesar de podermos trabalhar legalmente por aqui eles ficam com pé atrás se você pode mesmo trabalhar ou não. A imigração pega pesado com quem contrata ilegais e os empregadores ficam extremamente neuróticos com isso.

Bancos

Existem vários bancos por aqui e os mais cotados pra quem tá iniciando a vida por aqui é HSBC e o Barclays. Eu tentei abrir no HSBC, mas não tinha nenhum tipo de comprovante de residência que eles aceitavam, se você vem como estudante eles têm uma conta chamada Passport e você abre com um comprovante do seu país mesmo, o único porém é que a anuidade é 8 libras por mês, se não me engano, e ele é válido por 6 meses podendo postergar. Na Barclays eles aceitaram minha carta do IN e tentei abrir uma conta simples por lá, sem anuidade. Eu não estou trabalhando ainda e eles não aceitaram abrir uma conta corrente, talvez uma conta poupança ele abram.

Então fui atrás do Santander, o pedido é feito por correio! Você vai no site deles e pede pra abrir uma conta bancário simples, imprime o formulário, preenche, bote em um envelope, coloque o e-mail e jogue em uma das caixas de correios vermelhinhas, apenas isso! Eles têm o sistema pré pago dos correios então você não paga o envio. Eles só abriram minha conta depois que eu mostrei meu visto de 5 anos, porque o meu de 6 meses estava vencido já. Acho que o visto de 6 meses se não estiver vencido também dê pra abrir, melhor tentar.  Leva em média 1 semana pra eles te mandarem a resposta e se for aceito eles vão mandando os documentos, cartões, senhas e etc.

Se você já tiver emprego ai vai ser tranquilo abrir em qualquer banco.

Os bancos que temos no Brasil e que têm aqui também muitas vezes não tem ligação um com o outro, o Santander daqui e do Brasil são distintos e você ter uma conta lá não quer dizer que você possa abrir uma extensão dela aqui. O Banco do Brasil tem uma agência aqui, mas pra fins de câmbio! Eles não abrem e nem gerenciam contas.

Qualquer dúvida, poste nos comentários e vejo se posso ajudar!

Luh.

PS.: Isso aconteceu na Barclays, então não posso afirmar que outros bancos fazem isso. Como eu ainda não estou trabalhando aqui, eles ficaram me perguntando mil vezes porque eu queria abrir a conta corrente. E eu expliquei mil vezes que não fazia sentido eu ficar pagando iof usando meu cartão do Brasil, que apesar de não trabalhar aqui tenho dinheiro mensal e que como irei ficar 6 meses sem passaporte eu preciso abrir a conta agora pra poder receber salário quando arrumar emprego. Mesmo assim a mulher ficou enchendo o saco. Se você já tem emprego é bem mais fácil abrir uma conta corrente, mas quem ainda não tem e quer abrir uma conta na Barclays fique avisado hehe.

Hoje Londres/Inglaterra ficaram branquinhas de neve

Durante o inverno o clima já ensaiou nevar por umas três vezes e em todas elas não passou de 20 minutos de uma neve bem ralinha que nem deixa rastro direito. A Inglaterra não é conhecida por nevar, porque apesar de chover o clima não costuma ficar muito abaixo do zero e então não é muito propício. Mas geralmente nesse período do ano em que o inverno está no seu auge, a temperatura fica em -2 e quando chove neva. Hoje a neve começou como quem não queria nada e eu achava que seria como das outras vezes 20 minutos e pronto, me distrai fazendo umas coisas em casa e quando olhei pra fora tava tudo branquinho!!! Ah, que lindo. Começou umas 9 da manhã e durou bravamente até umas 16 horas e foi o suficiente pra fazer uma neve até fofinha no chão! Eu achei que seria escorregadio, mas é bem fofinho de andar o único problema é que a neve é áspera (lógico) e quando bate no rosto doí um pouco hahaha. A previsão é de neve até terça-feira, vamos ver né? Acho que ainda não foi o suficiente pra parar o transporte público e até onde eu sei tava tudo andando normalmente. Londres é famosa por ter caos do transporte público quando tem neve mais pesada, já que como neva raramente a cidade não tem a estrutura pra aguentar.

O ideal pra mim foi vestir duas camisetas térmicas, o casaco acolchoado, minha calça térmica, toca e luva. Foi tranquilo.

2013-01-18 10.02.15 2013-01-18 15.52.55

 

Luh

Tirando o Insurance Number

Pra quem vem viver e trabalhar aqui no Reino Unido, legalmente, precisa tirar o NIN-National Insurance Number. É tipo o nosso INSS, parte do seu salário vai pra ele.

É bem simples tirar esse número na verdade e se você já o tiver antes de procurar trabalho é até melhor. Pra quem não é europeu, mas é familiar de europeu pode ligar para o telefone 0845 600 0643 e falar qual tipo de visto você tem, eles vão te perguntar nome, telefone, endereço, nacionalidade e outras coisas pessoais e te enviar pelo correio um formulário pra ser preenchido e você deve anexar uma cópia simples do passaporte e do visto que você tem. Depois é só colocar no envelope que eles mandam junto, selar e enviar de graça. Eu simplesmente botei na caixinha vermelha que tem espalhada por aqui, mas você pode ir direto numa agência de correio.
É importante guardar o número de referência do seu formulário, porque se você quiser saber informações sobre o seu caso é só ligar no número 0845 641 5008. Nesse segundo número eles falam o inglês escocês, então é tiquinho mais difícil de entender, mas se você não entendeu é só fazer uma pergunta tentando reafirmar o que você acha que a pessoa falou. 

Se você é europeu ai você irá ligar e agendar uma entrega de documentos em uma agência, eles vão enviar pelo correio todos os detalhes e o que levar, mas imagino que eles devem apenas pegar a cópia do passaporte também.

Eu falei com a atendente de lá e ela falou que semana que vem deve chegar meu número! Espero! porque assim acho que vou finalmente, depois de 2 tentativas frustradas, abrir uma conta no banco.

PS.: Não faça que nem eu e deixe de última hora pra tirar seu número, é bem simples mesmo.

Luh.

Preparativos para ficar sem passaporte

Bom, em fevereiro meu visto de Family Permit expira! E preciso enviar meu pedido para o Residence Card, que é um visto de 5 anos. Eles levam em média 6 meses pra te devolver os documentos com o visto e enquanto isso ficamos sem passaporte e presos na Inglaterra. Não vou entrar muito em detalhes, porque depois irei fazer posts explicativos de tudo que se deve fazer antes de ficar sem passaporte.

Eu estou em meio a preparativos e como boa brasileira deixei tudo pra última hora! O que mais pegou foi abrir conta no banco, isso tá me atormentando! Eles pedem um comprovante de residência e não aceitam o contrato que eu tenho com a moradora, eles só aceitariam se fosse com uma agência privada. Eu recebi uma carta do jobcentre, mas eles colocam apenas a inicial do nome e ainda meu sobrenome veio errado hahaha ao invés de P botaram T, eu dei uma rasurada bem sutil e vou levar lá pra eles verem se aceitam. Se não aceitarem lascou! Porque minha conta de telefone vem no nome do Romero, já que eles não queriam botar meu nome, porque o cartão não era meu. Eu não sei como funciona conta pra receber salário, mas imagino que a conta deve estar no nome da pessoa né? Enfim…espero que dê tudo certo.

Por isso, não deixem tudo pra última hora! Dor de cabeça.

Ps.: E eu estou sem cartão de crédito! =/. O cartão emergencial que pedimos pra visa chegou, mas o porteiro enfiou em algum lugar muito obscuro hehe. Sumiu. Quarta feira é o dia de turno da criatura que recebeu o cartão e ele tem que achar. Ficar sem cartão é um saco! To doida pra comprar uns suplementos, mas não posso. Ah e o mesmo imbecil é o que “sumiu” com o meu liquidificador, ele botou no registro como sendo encomenda de outro apartamento.

 

Beijos,

Luh.

Um ano novo diferente

Esse ano novo eu achava que iria passar em casa sem fazer nada demais, mas fomos chamados para a comemoração de fim de ano de um colega de trabalho do Romero. Ele e a esposa, franceses, iriam preparar uma ceia de fim de ano com gostosuras francesas e chamaram alguns outros colegas e trabalho dele e dela.

Pra começar eles moram a 1 hora daqui de casa e estávamos sem metro, então eu tinha que pegar um ônibus, que demorou 20 minutos pra chegar, e depois o metro pra me encontrar com o Romero. A noite já não tinha começado muito bem com a espera do ônibus e quando eu cheguei pra fazer a troca de linha em westminster eu descobri que a linha que eu queria (e única) não tava parando na estação. Mandei um milhão de mensagens pro Romero, mas não tava chegando, tive que sair da estação mais disputada (ali fora ia rolar comemoração de rua) pra poder ligar pra ele. Decidimos nos encontrar já no destino final e lá fui eu andar contra a maré de gente pra entrar de novo na estação. Tudo isso de salto. Eu já tava achando que meu ano novo seria uma bosta.

Mas não foi! Foi bem divertido na verdade. Pela primeira vez eu comi smoked salmon (crú) e gostei! Será que o eu comi e me traumatizei tava estragado ou algo do tipo? Ou o fato de ser smoked muda muito as coisas? Comemos uma batata cremosa de forno, carne de porco e queijos fedorentos vindos diretamente da França. Muito vinho, cerveja e vodca polonesa, afinal um dos colegas é polonês, e champanhe.
Eu nunca vi um povo beber tanto na minha vida! O champanhe esgotou na velocidade da luz e eram 3 garrafonas, vinho não sobrou pra contar história e a vodca  quando fui embora, a segunda garrafa já tava na metade. Passamos a noite toda dançando loucamente músicas dos anos 80/90.

Quando fomos embora era umas 3:30 da manhã e graças a Deus não pegamos o metrô cheio e com muitos bêbados.  Até de manhã  o metrô e ônibus eram de graça. Mas como a viagem era longa e tinha que pegar ônibus também, chegamos em casa 5:30 e mortos de cansaço. Até o Romero que não bebe nada ficou de ressaca no dia seguinte hahaha E segundo ele não se lembra de muita coisa da noite passada.

Eu notei que por aqui é bem comum se comemorar ano novo assim em casa entre amigos, já que quase todo mundo é de fora e moram sozinhos longe de família. Muita gente volta pra casa, mas muita gente ficar por aqui mesmo principalmente aqueles que precisam trabalhar no intervalo do natal/ano novo. No Brasil o ano novo é motivo de sair e comprar sua roupinha branca e elegante pra passar o ano novo bonito, mas aqui ninguém veste branco! Tá todo mundo de calça jeans, casaco, bota e roupas quentinhas (escuras).
Outra coisa que eu notei é que fica todo mundo bem amigável nessa época! ahaha Acho que umas 4 pessoas me abordaram no trem do metrô pra desejar feliz ano novo. Quando estávamos voltando um menino com seus 20 e poucos anos nos abordou perguntando da onde a gente era, no começo eu jurava que ele ia pedir alguma coisa, mas na verdade ele tava ali só pra desejar feliz ano novo pra gente, ele andou de vagão em vagão falando com as pessoas hahahaha Figura.

Foto: European style. Pense num povo doido kkkk

Foto: Feliz 2013!

Não tem mais champanhe, então vai vinho mesmo! 

Luh.